Marca ou patente: saiba a diferença antes de registrar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Quando se fala de registro de marcas e patentes, muitos acham que são a mesma coisa, mas com apenas algumas informações é possível saber a diferença entre elas

Clique no tópico que deseja ler primeiro:

Você, empreendedor e/ou inventor, sabe que é muito importante registrar sua marca para protegê-la e patentear suas invenções (seja para colocá-las em prática ou no mercado). Mas será que você sabe a diferença entre os registros de marca e patente?

Continue a leitura para saber mais sobre as características de marca e patente e para que são usados esses registros.

Marca

Segundo o livro On Branding, de David Aaker, no final da década de 1980 surgiu uma ideia explosiva: as marcas são ativos, têm patrimônio e determinam o desempenho e a estratégia do negócio.

Ou seja, sua marca no mercado vai muito além de uma identidade visual, um logotipo, símbolo e cor: a sua marca carrega, por si só, um patrimônio imaterial e intangível por se comunicar com a subjetividade dos clientes.

Assim, o sucesso de sua marca como instituição pode determinar o desempenho de suas vendas e seu alcance de mercado.

Além disso, a sua marca é o que determina as estratégias do seu negócio e não o contrário. A marca define o público, o marketing e o nicho de atuação de seu business.

Por que registrar a marca?

A marca é o ativo mais importante de seu negócio, por isso é importante garantir que ela não perca força de retenção de clientes, para evitar possíveis problemas.

Agora imagine perder sua marca, já consolidada, para sempre. Quanto tempo levará para atingir a mesma clientela? Ou então, imagine perder espaço no mercado para uma marca que usa as mesmas características que a sua e até um nome parecido? Os danos seriam grandes, certo? 

A sua empresa corre esse e outros riscos se não registrar sua marca. O registro de marcas no Brasil é realizado no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). O Certificado de Registro de marca é válido por 10 anos, que podem ser prorrogáveis. 

O registro no INPI fornece segurança e direito legal sobre a sua marca.

consulte gratuitamente se sua marca pode ser registrada

Para que serve a patente

O trabalho intelectual é muito diverso: para Barbosa e Macedo, os autores de Patentes, Pesquisa & Desenvolvimento: um manual de propriedade intelectual, atividades como aquelas do cientista, artista, desenhista industrial, do tecnólogo, do escritor, etc., são formas diversas do trabalho intelectual e, obviamente, suas criações têm finalidades também distintas.

As patentes dizem respeito a propriedades intelectuais inéditas ou que ainda não tenham sido divulgadas.

Alguns podem pensar que guardar segredos de suas invenções pode ser um caminho viável, porém, de acordo com Barbosa e Macedo: “guardar segredo na época atual (…) é arriscar perder o monopólio para outro que chegou à mesma conclusão de invenção, até mesmo por engenharia reversa, e passará a ser o titular do direito”.

Portanto, para garantir o monopólio de utilização e comercialização o inventor deve realizar o registro de patente quanto antes: este também é realizado pelo INPI e tem validade entre 15 e 20 anos.

Assessoria de Propriedade Intelectual

A Climb é uma assessoria especializada em tudo que diz respeito à proteção de propriedade intelectual, com foco no registro de marcas. 

Facilite seu processo de registro de marca ou patente, acesse o site e conheça as facilidades da Climb.

 

Não corra esse risco, registre já a sua marca!